Página Inicial
(55) 3376-8900 / (55) 99964-2316
Fazenda da Taipa, BR 158 - KM 131 - Condor, Rio Grande do Sul, Brasil.
  • 21.06.2020
  • Notícias

SOJA: a importância do Tratamento de Sementes Industrial para produtividade

SOJA: a importância do Tratamento de Sementes Industrial para produtividade

Para a obtenção de uma lavoura de soja com elevadas produtividades, é fundamental a utilização de sementes com altas qualidades física, fisiológica, genética e sanitária. O responsável técnico da Strobel Sementes, Thiago Strobel, explica que sementes com alta qualidade sanitária são aquelas livres da presença de fitopatógenos, que associados se tornam um dos meios mais eficientes de se introduzir e acumular inóculo de patógenos em áreas de cultivo, o que acarreta na redução do poder germinativo e do nível de vigor das sementes, limitando assim a produtividade e aumentando o custo de produção.

Para garantir a qualidade sanitária das sementes o Tratamento Industrial de Sementes é um importante aliado. “O tratamento de sementes é capaz de assegurar a qualidade sanitária das sementes, através da aplicação de produtos químicos eficientes para controlar fitopatógenos, principalmente fungos associados às sementes ou presentes no solo, além de atuar contra o ataque inicial de pragas específicas do solo, protegendo as plântulas durante o processo germinativo e de emergência”, analisa Thiago.

Thiago destaque que o tratamento realizado na UBS apresenta uma série de vantagens em relação ao tratamento convencional tais como: maior precisão do volume de calda e quantidade de sementes a serem utilizadas, proporciona melhor cobertura da semente com o produto químico, menor risco de intoxicação dos operadores e maiores rendimentos por hora.

Neste sentido, o responsável técnico explica que o custo do tratamento de sementes não chega a 3% do custo total da lavoura. Outro prática importante a ser considerada é a diferença entre o custo do ‘on farm’ e TSI. “Há uma estimativa de erro na casa de 50% de dosagem, para mais ou para menos, em 50% das sementes. A inoculação é outro diferencial. Quando é feito o tratamento com inoculante na propriedade é comum ocorrer a perda de qualidade e diminuição da proteção das sementes”, afirma Thiago.

Principais fungos transmitidos via sementes

Entre os principais fungos transmitidos via sementes e causadores de doenças na cultura da soja, destacam-se: Phomopsis sp. (queima da haste e da vagem); Colletotrichum dematium var. truncata (antracnose); Cercospora kikuchii (mancha púrpura); Macrophomina phaseolina (podridão negra das raízes); Rhizoctonia solani (tombamento e morte em reboleira); Sclerotinia sclerotiorum (podridão branca da haste e da vagem); Fusarium sp. Além desses fitopatógenos, os fungos responsáveis por perdas durante o armazenamento são dos gênerosAspergillus Penicillium. Sendo Aspergillus flavus o mais frequente. Atualmente, o tratamento de sementes tem incorporado também inseticidas (além de fungicidas) para controlar insetos-praga, que podem ocorrer em determinadas áreas ou lavouras. Entre as principais pragas que atacam a cultura da soja, encontram-se: tamanduá-da-soja (Sternuchus subsignatus), os corós (Demodema brevitarsisDiloboderus abderus e Plyllophaga triticophaga), as vaquinhas (Diabrotica speciosa e outras espécies), a lagarta elasmo ou broca-do-colo (Elasmopalpus lignosellus), as lesmas e os caracóis.

 

Semente de alta performance aliada ao melhor tratamento de semente do mercado.